Alto volume de protestos judiciais preocupa a Aprefex-MS

  • 17/06/2020
  • 0 Comentário(s)

Alto volume de protestos judiciais preocupa a Aprefex-MS

A entidade enviou documento ao TCE-MS na tentativa de encontrar uma saída para o problema

Willams Araújo

A Aprefex-MS (Associação de Prefeitos e Ex-prefeitos de Mato Grosso do Sul) enviou ofício ao TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) no qual relata a grande preocupação de seus associados com o enorme volume de protestos judiciais registrados em cartórios como consequencias de multas por irregularidades administrativas.

No documento, endereçado ao presidente da Corte Fiscal, conselheiro Iran Coelho das Neves, o presidente da Aprex-MS, Luiz Antônio Milhorança, aproveita para solicitar a prorrogação do prazo de adesão ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) e a suspensão dos atos de cobrança dos processos encaminhados à dívida ativa.

O dirigente alega que a Aprefex-MS tem recebido uma série de ligações e mensagens nas quais prefeitos e ex-prefeitos expõem suas situações de extrema dificuldade, sobretudo, alegando a impossibilidade de pagar as dívidas decorrentes desses protestos nesse momento de crise causada pela pandemia do Covid-19 (novo coronavírus).

A diretoria da entidade considera a reivindicação justa, salientando que os ex-prefeitos doaram as suas vidas, muitos dos quais, por oito anos, fazem parte da história de seus municípios e agora estão penalizados por erros administrativos por coisas que eles não tiveram culpa direta.

"Ciente de que a pandemia tem causado severas consequências econômicas e sociais, a ampliação do Refis é medida que se adequa à situação excepcional atualmente vivida no Estado de Mato Grosso do Sul e no Brasil. Esta associação também postula que a Corte Fiscal, após os devidos levantamentos, solicite da Procuradoria-Geral do Estado à suspensão dos atos de cobrança dos processos encaminhados à dívida ativa que estão dentro do prazo legal para a apresentação de pedido de revisão, em conformidade com o art. 4º, § 3º da Lei N.º 1.425, alterado pela Lei N.º 5.454/2010", diz trecho do documento.

Na verdade, o descontentamento é geral. Tem ex-prefeito reclamando que tem protesto no valor R$ 25 mil para pagar em curto prazo e não dispõe de dinheiro.

O presidente da Aprefex-MS, Luiz Milhorança (Foto: Edson Ribeiro)

“É um saco sem fundo, quando você paga uma, vem duas, vem três, não sei onde vai parar”, queixou-se Milhorança, ex-prefeito de Angélica.

Em situação semelhante, o ex-prefeito de Rio Negro, Gilson Romano, acredita que a maioria dos ex-gestores não tem condições financeiras para pagar essas contas protestadas.

“Como vou pagar. Mandar 12, 13 protestos num dia só. O meu, por exemplo, são R$ 25 mil para pagar daqui a três dias, não tem condições. Eu acho que poucos ex-prefeitos não vão ter condições de pagar um valor desses, colocou Gilson Romano, ao expor seu problema em conversa com os associados.

O ex-prefeito de Bandeirantes, Flávio Gomes, também opinou sobre o grande volume de cobrança de dívidas por parte do TCE-MS, mas disse acreditar numa saída através do diálogo envolvendo a Aprefex-MS e os conselheiros.

O ex-prefeito de Inocência, Toninho da Cofapi, que já presidiu a Assomasul, observou que praticamente todos saíram da administração pública com dificuldades financeiras e não dispõem de recursos para quitar essas dívidas da maneira como estão chegando, mas defendeu a união dos associados na tentativa de renegociar os valores acima de 120 Uferms com o TCE-MS.

“A maioria das multas foi porque os funcionários não encaminharam pra lá (TCE-MS). Então, ficamos em situação difícil, mas temos de nos unir, nos dar as mãos para a gente sair numa condição melhor e quitar nossas obrigações”.

Conjuntura Online

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. The Beatles

Don't Let Me Down

top2
2. King Crimson

Epitaph

top3
3. Nina Simone

Feeling Good

top4
4. Queen

Somebody To Love

top5
5. Roberto Carlos

Lady Laura

Anunciantes